Prefeitura retoma entrega de casas em Maruim

terça-feira, 22 de julho de 2014 0 comentários

Nesta terça-feira, 22, a Prefeitura de Maruim, através da Secretaria de Ação Social, Habitação e Trabalho, retomou a entrega de casas do programa “Minha Casa, Minha Vida 2”.
“Desde abril do ano passado lutamos para conseguir, junto ao Governo Federal, os recursos para a construção destas casas no município”, destacou o prefeito, Jeferson Santana. De acordo com o gestor, a iniciativa visa à erradicação das casas de taipa na sede e nos povoados.
Segundo o beneficiário do povoado João Gomes de Melo (povoado Pau Ferro), Rogério dos Santos Rebouças, a moradia chegou em um bom momento. “Nem tenho palavras para agradecer”, afirmou. Com a entrega desta casa, já foram entregues dez casas na zona rural. A primeira casa construída na sede municipal foi entregue hoje, no bairro Coelho, a senhora Maria Neilde da Cruz Santos. No total a população será contemplada com 31 casas, 11 nos povoados e 20 na sede municipal.
O modelo padrão da casa apresenta em sua estrutura: dois quartos, cozinha, área de serviço, banheiro e sala. A casa é revestida de cerâmica no piso e nas paredes, possuem energia elétrica, água encanada e caixa d’ água.
A cerimônia de entrega das casas contou com a presença do prefeito Jeferson Santana, da secretária municipal de Ação Social, Habitação e Trabalho, Tânia Maynart, da coordenadora do CRAS, Amanda Santana e outras lideranças municipais.
  

Por Assessoria de Comunicação

Sisutec tem inscrições abertas até dia 25

segunda-feira, 21 de julho de 2014 0 comentários

(Foto: Wilson Dias)
Estão abertas a partir desta segunda-feira, 21, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Nesta edição serão ofertadas gratuitamente 289.341 vagas em ensino técnico. As inscrições devem ser feitas no site do Sisutec.

Para concorrer, o candidato precisa ter concluído o ensino médio e feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado, sem tirar zero na redação. Pelas regras do Sisutec, 85% das vagas são destinadas a candidatos que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede privada como bolsistas integrais.
As áreas com maior oferta de vagas são ambiente e saúde (32,17%), comunicação (17,06%), gestão e negócios (14,10%) e controle e processos industriais (11,67%). O candidato pode escolher até duas opções de curso. É possível alterá-las ao longo do período de inscrição. Uma vez por dia, até sexta-feira, será divulgada a nota de corte de cada curso. As vagas são destinadas a instituições particulares; do Sistema S (Senai e Senac) e a instituições públicas.
O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 29 deste mês. A matrícula dos alunos selecionados será do dia 30 de julho até 1º de agosto. A segunda chamada será divulgada no dia 5 do próximo mês, e as matrículas estão previstas para os dias 6, 7 e 8.
As vagas remanescentes serão disponibilizadas online para todos aqueles que fizeram o ensino médio, independentemente de terem feito o Enem. O preenchimento seguirá a ordem de inscrição, no período de 11 a 20 de agosto. O candidato terá dois dias para fazer a matrícula na instituição, senão perde a vaga.
O Sisutec foi criado no ano passado, como faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronetec). O processo seletivo do Ministério da Educação ocorre duas vezes por ano.

Por Agência Brasil

TSE lança aplicativo para divulgação de candidaturas

0 comentários

Com o objetivo de ampliar o leque de serviços oferecidos e melhorar a experiência dos usuários de dispositivos móveis – smartphones e tablets –, a Justiça Eleitoral lançou o aplicativo "Candidaturas", que permite a visualização dos candidatos que concorrem às Eleições Gerais de 2014, por cargo e unidade da Federação. Os programas para plataforma Android e iOS poderão ser baixados gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store. 
Por meio do aplicativo, os eleitores e demais interessados poderão acessar as seguintes informações: nome completo do candidato, nome escolhido para urna, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e, ainda, o link para o site do candidato. Todas essas informações são obtidas diretamente das bases de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que são atualizadas diariamente.
A ferramenta virtual foi desenvolvida com a finalidade de possibilitar uma experiência de uso mais adequada aos usuários que utilizam dispositivos móveis para acessar os portais de internet do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), seja por meio de conexão 3G ou de rede sem fio (Wi-Fi). E para atender a esse público crescente de usuários, a Justiça Eleitoral pretende disponibilizar, em 2014, uma série de serviços para dispositivos móveis.
Vale lembrar que no portal do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.jus.br) é possível obter as informações completas dos registros de candidaturas em todo o Brasil por meio do sistema de divulgação de candidaturas, o DivulgaCand.

Por JP/FP

Gonçalo de Faro Rolemberg, tronco basilar da sergipanidade - Parte I

domingo, 20 de julho de 2014 0 comentários

Por Givaldo Rosa Dias*

Gonçalo de Faro Rolemberg (Foto: MyHeritage)
O primeiro Barão de Japaratuba, Gonçalo de Faro Rolemberg, nasceu em 1819 e faleceu em 06/10/1874. Era filho de Manuel Accioli Rolemberg, um dos principais produtores de cana-de-açúcar no século XIX, senhor do Engenho “Flor de Murta”, casado em primeiras núpcias com Bernadina do Prado, e em segundas, com Maria Leite Sampaio. Teve dessa união três filhos: José de Faro Rolemberg, Ana de Faro Rolemberg e Maria de Faro Rolemberg, “Maria do Topo”, que foi casada com seu primo Manuel Rolemberg de Menezes, filho de Semeão Teles de Menezes e de Rosa Cândida Dias Sobral. Seus filhos foram Maria de Faro Rolemberg, casou-se também com Manuel Rolemberg de Menezes II, e José de Faro Rolemberg contraiu núpcias com Amélia Dias Coelho e Mello, filha do Barão de Estância, Antônio Dias Coelho e Mello. 
O nosso focalizado, médico, político e senador, nasceu em Maruim (SE), em 13 de setembro de 1860, residia em Japaratuba no Engenho “Topo”, era filho de Manuel Rolemberg e de Maria de Faro Rolemberg (a repetição de nomes na família é uma constante), casou-se com Aurélia Dias Rolemberg (tia Sinhá), também filha do Barão de Estância, Antônio Dias Coelho e Mello e de Lourença Almeida Dias Coelho e Mello, era neta do Barão de Itaporanga, Domingos Dias Coelho e Mello.
A produção açucareira nas terras de Maruim/SE, cidade onde nasceu Gonçalo de Faro Rolemberg, fez da cidade um dos centros mais movimentados no tempo da Província, levando-se em conta a proximidade com a Capital e a facilidade de escoamento da produção através de embarcações denominadas “saveiros”, cujas mercadorias eram transportadas para o Porto de Aracaju, sendo exportado o açúcar para vários outros países.
Desde 1854, quando se tornou cidade própria do Estado, Maruim recebeu a visita do Imperador Pedro II e da Imperatriz acompanhados com toda comitiva da Corte, que ficaram impressionados com o desenvolvimento da cidade, impulsionada com a aplicação espontânea de recursos próprios do Barão de Maruim, João Gomes de Melo, que incentivou a construção da Igreja Matriz com sua ajuda financeira e com as doações de joias preciosas da família, para que surgissem outros edifícios, inclusive o Museu de História. 
Dos filhos ilustres da terra, o Barão João Gomes de Melo foi outro que se destacou também na política, elegendo-se senador. Era tio e pai adotivo de Maria de Faro Rolemberg, “Maria do Topo”, e deixou após seu falecimento uma das mais cobiçadas heranças questionadas em Sergipe, tendo provocado, segundo vários historiadores, sua morte por envenenamento.
O senador Gonçalo de Faro Rolemberg formou-se em Medicina no Rio de Janeiro em dezembro de 1881, exerceu sua profissão em Sergipe, publicou vários trabalhos científicos na área da saúde pública, além de ter estudado em Paris. Também se destacou como grande proprietário rural e nas atividades políticas como deputado, vice-presidente do Estado (cargo equivalente a vice-governador) e senador da República por oito anos, permanecendo no Congresso Nacional de 1918 a 1926. Ingressou na política por influência de seu sogro, meu heptavô o Barão de Estância Antonio Dias Coelho e Mello, elegendo-se deputado provincial em 1881, sendo um político de grande influência e prestígio em Sergipe à frente do Partido Liberal, sofrendo forte oposição do jornal "Folha de Sergipe”. 
Seu concorrente na política foi Graccho Cardoso, filho do professor Brício Cardoso. Formou-se em advocacia pela Faculdade de Direito do Ceará, tendo sido iniciado na política por influência do Comendador Accioli. Foi eleito deputado federal, vice-presidente do Ceará e depois senador por Sergipe, fazendo parte de uma família constituída de pessoas de nível cultural elevado, como o desembargador presidente do Egrégio Tribunal de Justiça e ex-interventor federal, Dr. Hunald Santa-Flor Cardoso, que assumiu o Governo por várias vezes, e da mestra Amélia Cardoso, professora emérita da antiga Escola Normal de Sergipe.
No Senado da República, fez amizade com o então senador Nilo Peçanha, que o apoiou em todas as reivindicações em favor do Estado de Sergipe, e a pedido de seu irmão primogênito Adolfo Rolemberg, do Engenho Escurial, convidou seu antigo colega de Senado, Nilo Peçanha, já que o mesmo tinha saído vitorioso nas eleições da Presidência da República, para inauguração do “Casarão dos Rolemberg”. O mandatário da Nação se hospedou no referido Casarão e participou da solenidade e de todos os festejos de inauguração, onde grande maioria dos sergipanos e figuras representativas do povo também compareceram ao evento, sendo um marco histórico para nossa cidade.
Além do irmão primogênito Adolfo de Faro Rolemberg, o médico, usineiro, senador e abastado proprietário rural dos engenhos Mato Grosso e Topo, era o irmão caçula e possuía três irmãs, Ana, Eliza e Amélia Dias Rolemberg, que viveram até seus falecimentos no “Casarão dos Rolemberg”. Após seu falecimento ocorrido em 1937, foi denominada a Rua Senador Rolemberg em uma das artérias de nossa capital, em homenagem ao destacado médico, proprietário rural e político reconhecido por todo o país.
Muitos acreditam que a denominação da artéria é em homenagem ao digno, ético e humanitário médico Francisco Rolemberg, ex-senador da República que muito honra e é merecedor das homenagens de seus conterrâneos, pelo atendimento e caridade do exercício da profissão aos menos favorecidos. Relembro que nos idos dos anos sessenta o jovem médico do Ipase, conjuntamente com sua belíssima esposa Dra. Elcy Vianna Rolemberg, nos atendia no consultório da Av. Ivo do Prado. Desde aquela época que tenho veneração pelo casal de médicos. Ele nascido em Laranjeiras, filho de Antônio Valença Rolemberg, “Seu Toinho da Farmácia”, amigo de todos os nossos familiares, e especialmente da nossa tia Otacília Menezes, viúva do coronel e usineiro João Pinheiro dos Santos Silva, senhor de engenho, um dos primeiros proprietários do Engenho Palmeiras que era um dos produtores de açúcar nos idos dos anos quarenta, não teve filhos do consórcio, mas dedicava com sua consorte todas as atenções a vários sobrinhos, dentre eles Violeta Santos Silva Leite, esposa do ex-deputado Fernando do Prado Leite, que assumiu o Governo de Sergipe, por várias vezes, na condição de substituto legal do Governador do Estado, como presidente da Assembleia Legislativa, pai do deputado federal Otávio Leite, da bancada representativa do Rio de Janeiro na Câmara Federal em Brasília, e do jovem e brilhante jornalista Ricardo Leite, eles são filho e netos do senador Júlio Leite. Dr. Fernando do Prado Leite foi criado e educado pelos nossos tios Dr. Otávio Accioli Sobral e sua esposa Luiza Prado Sobral, proprietários do Engenho Oiteirinhos e filha do Cel. Gonçalo Rolemberg do Prado, do Engenho Pedras, em Maruim, todos descendentes da mesma linhagem familiar.
Outros sobrinhos da referida usineira, os filhos do Dr. Roosevelt Cardoso de Menezes, médico e ex-prefeito 
de nossa Capital, especialmente Maria Clara Menezes Barreto, esposa do engenheiro Cristiano de Melo Barreto, e também de D. Raquel Dantas de Menezes Maynard e os descendentes de Luiz Cardoso de Menezes (Seu Luizinho do Engenho Camuculé), ela era uma gentil senhora de educação finíssima, e relembro também quando a mesma visitava seus parentes, sobrinhos e primos Francisco Luiz Cardoso de Menezes, Rosalvo e Maria Amélia, na antiga residência do usineiro Luiz Cardoso de Menezes (Luizinho do Engenho Camuculé), localizada no primeiro trecho da Av. Ivo do Prado (rua da Frente) nº 66, na passagem do ano novo, onde assistiam a procissão de Bom Jesus dos Navegantes, eles todos se reuniam com os parentes, Rosa Amélia Dias Sobral (tia Rosita), esposa do comerciante Dermeval do Prado Franco, então proprietário das firmas P. Franco em Aracaju e da Bahia Elétrica em Salvador (BA), do Dr. Renato Franco, Procurador da Fazenda Nacional no Estado da Bahia, de Zaíra Menezes Pimentel Franco, esposa de José de Barros Pimentel Franco (Zequinha do Engenho Passagem, de Riachuelo), pais dos médicos Paulo Cardoso de Menezes Franco e de Dra. Lenita Franco, e de muitos outros parentes, ela recordava o tempo em Laranjeiras quando proporcionava o carinho aos jovens irmãos Francisco Rolemberg e Heráclito, os quais eram acariciados fraternalmente, até a mamadeira dos infantes era preparada por ela, pois tinha por eles um amor filial, contava ainda, que os jovens tiveram uma educação aprimorada de seus pais. Tempos depois do falecimento de seu marido, foi morar em São Paulo bem perto de seus outros sobrinhos conhecidos em nossa Capital, Luiz Carlos Campos e Buíta Vieira de Melo.

* Procurador federal aposentado
** Artigo publicado originalmente no portal do Jornal da Cidade

No Vavazão, Maruinense vence a Associação Desportiva Confiança

sábado, 19 de julho de 2014 0 comentários

(Foto: Fillipe Araújo/FSF)
Em partida amistosa disputa na tarde deste sábado, 19, no Estádio Estadual Governador Antônio Carlos Valadares, o Vavazão, em Maruim, o Centro Sportivo Maruinense (CSM) venceu a equipe reserva da Associação Desportiva Confiança (ADC) pelo placar de 2x1.
Os gols do Fantasminha Camarada foram marcados pelos atacantes, Davi e Marlon. Para a equipe proletária, descontou o lateral Altemar.
O Maruinense participará, a partir de outubro, da série A2 do campeonato sergipano de futebol. A equipe está no grupo "B" com as equipes do Dorense e Guarany. No grupo "A" estão as equipes do Independente, Boca Júnior, Boquinhense e Aracaju. 
Em seguida, a equipe titular do Confiança enfrentou a equipe do Dorense e venceu pelo placar mínimo. A equipe azulina se prepara para a disputa da série "D" do campeonato brasileiro de futebol, que tem início no dia 27 de julho.

Por Redação

Prefeitura de Rosário do Catete inicia inscrições para concurso no dia 21

0 comentários

A Prefeitura de Rosário do Catete, município distante 39 km de Aracaju, torna público que estarão abertas, no período de 21 de julho a 21 de agosto de 2014, as inscrições para o Concurso Público de provas para o provimento de vagas no quadro efetivo.
As inscrições serão realizadas, exclusivamente, pela internet no site da empresa Seprod. Existem vagas para os cargos de níveis, médio e superior. 
As taxas de inscrição custam R$ 40,00 para o nível médio e R$ 60,00 para o nível superior.

Confira o edital completo. Clique aqui!

Por Redação

“Mão Amiga” beneficia mais de cem pessoas em Maruim

0 comentários

O programa de transferência de renda “Mão Amiga” beneficia 122 trabalhadores da cana de açúcar em Maruim. A ação resulta da parceria firmada entre a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides), Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
A ação garante quatro parcelas de R$ 190,00 no período de entressafra da cana-de-açúcar ao trabalhador que realiza o cadastro e participa das atividades de cunho educacional. De acordo com a coordenadora do Cras de Maruim, Amanda Santana, o programa garante a estabilidade econômica aos trabalhadores. “Essa renda é a forma de manter a mínima condição para quem depende desta cultura agropecuária”, destacou.
O número de beneficiários do programa no município representa aproximadamente 4% do total do Estado. De acordo com dados da produção agrícola do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em Maruim, foram plantados 1.538 hectares de cana-de-açúcar, que resultou numa produção de 92.280 toneladas. Os dados são relativos ao ano de 2012.
Neste ano, os trabalhadores rurais de Maruim receberam os cartões e as senhas para o recebimento do benefício. A entrega aconteceu no Ginásio de Esportes do Sesi, no dia 11 de julho.

Por Assessoria de Comunicação 

Maruinense disputa amistoso no Vavazão neste sábado, 19

sexta-feira, 18 de julho de 2014 0 comentários

O Centro Sportivo Maruinense (CSM) disputa partida amistosa com a equipe reserva da Associação Desportiva Confiança (ADC). A partida será disputada neste sábado, 15h, no Estádio Estadual Governador Antônio Carlos Valadares, o Vavazão, em Maruim.
De acordo com o arbitral realizado nesta quinta-feira, 17, a série A2 do campeonato sergipano de futebol começará em outubro, após as eleições, no dia 8 de outubro, com sete equipes: Dorense, Guarany, Maruinense, Independente, Boca Júnior e Aracaju. 
O Grupo A ficou definido com Independente (Jogará no Estádio Albano Franco, em Simão Dias), Boca Júnior (Estádio Francão, em Estância), Boquinhense (Estádio João Trindade Filho, em Boquim) e Aracaju (Estádio Sabino Ribeiro, na capital). Já no Grupo B estão Dorense (Estádio Ariston Azevedo, em N. Sra. das Dores), Guarany (Estádio João Hora de Oliveira, em Aracaju) e Maruinense (Estádio Vavazão, em Maruim).

Outra partida

A equipe do titular do Confiança enfrentará a equipe do Dorense, às 17h, visando os preparativos para a série D do campeonato brasileiro de futebol, que tem início no dia 27 de julho.

Por Redação

Maruim discute implantação de coletiva seletiva do lixo

0 comentários

Nesta quinta-feira, 17, membros da Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação, Abastecimento e Meio Ambiente reuniram-se com a superintendente de Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Vera Cardoso. O encontro aconteceu na sede da secretaria em Maruim.
De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Irrigação, Abastecimento e Meio Ambiente, Diego Cardoso, foi realizado um estudo para implantação de coleta seletiva em Maruim. “Conseguimos apoio de catadores de lixo e vamos buscar parcerias com a comunidade em geral para promover a conscientização na adoção desta modalidade”, ressaltou.
“O lixo úmido será destinado ao aterro sanitário, que o município está inserido no consórcio da Grande Aracaju, e o lixo seco será transferido para a reciclagem”, completou Diego Cardoso.
Além da definição da implantação da coleta seletiva no município, ficou definido, também, que será criada uma comissão municipal para fomentar o debate sobre a Lei federal nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A comissão será formada por integrantes das secretarias de Meio Ambiente, Saúde, Educação e Cultura. Outra ação definida será a conscientização a partir da arte cênica com foco nos estudantes da rede pública e privada.
“A Semarh orienta os municípios na implantação do Plano Municipal de Resíduos Sólidos. Todas as diretrizes estão fundamentadas no Plano Estadual de Coleta Seletiva de Sergipe”, destacou a representante da Semarh, Vera Cardoso.
O vereador Jackson Andrade; o secretário municipal de Cultura e Turismo, Gilton Rezende; o diretor de Meio Ambiente de Maruim, Tênisson Messias, e o diretor municipal de Irrigação, Joaquim dos Santos, participaram da reunião.


Por Ascom/Prefeitura de Maruim

FUTEBOL: Série A2 do sergipano começa em outubro com sete equipes

0 comentários

A Federação Sergipana de Futebol (FSF) realizou na tarde desta quinta-feira, 17, a Reunião do Conselho Arbitral da Segunda Divisão, na qual definiu detalhes importantes para a realização da competição, que classificará duas equipes para a Divisão Especial de 2015. A reunião contou com a participação de presidentes e representantes das sete equipes que participarão da competição.
A competição que terá início no dia 8 de outubro e se prolonga até o final de novembro, contará com a participação de sete equipes divididas em dois grupos regionalizados. O Grupo A terá quatro equipes: Aracaju, Boca Junior, Boquinhense e Independente. O Grupo B ficou com apenas três equipes: Dorense, Maruinense e Guarany.
Pelo regulamento da competição, as equipes jogam entre si dentro do mesmo grupo, em turnos de ida e volta, classificando-se duas equipes para o cruzamento olímpico, que corresponde à fase semifinal. Os dois vencedores da semifinal farão a grande final. A fase semifinal e a final terão jogos de ida e volta.
Ficou definido ainda na reunião, que a partir da terça-feira 22, a FSF inicia o programa de vistoria nas praças de esportes credenciadas. Apesar da presença do presidente na reunião, a equipe do Propriá não participará da reunião, por não contar com estádio em condições de receber jogos profissionais.
As equipes indicaram os estádios onde mandarão os seus jogos, o Aracaju no Estádio Sabino Ribeiro, Maruinense no Estádio Vavazão, Boca Júnior no Estádio Francão e Independente, no Estádio Albano Franco, estádios que não dependerão de vistorias. O que não acontece com as equipes do Guarany, estádio Caio Feitosa, Dorense, Ariston Azevedo e Boquinhense, Estádio João Trindade Filho, que serão vistoriados pela FSF.
Boquim, Dores e Porto da Folha terão seus estádios reformados dentro dos próximos dois meses, inclusive com a colocação do sistema de iluminação, que é o principal requisito exigido pela FSF, para a equipe participar da competição.
Durante a reunião, algumas questões foram levantadas. Uma delas foi o pedido do Boca Junior, para que a competição fosse iniciada no máximo no mês de setembro. Pedido que não foi aceito, segundo o presidente Carivaldo Souza, devido às dificuldades de se realizar jogos no interior, no período de campanhas politica.
Os jogos serão realizados em sua maioria aos sábados à tarde e quartas-feiras à noite. O Independente e o Aracaju solicitaram que seus jogos fossem aos domingos à tarde e nas noites das quartas-feiras.

Por Ascom/Seel